Fortaleza do Abunã terá evento de turismo de aventura

0
128

A pequena comunidade de Fortalezado Abunã viverá momentos festivos com a realização do festival de praia com atrativos de turismo de aventura. A localidade fica a 265 quilômetros de Porto Velho, capital de Rondônia, na Amazônia brasileira, fronteira com a Bolívia. A programação foi definida com a comunidade e o momento mais atrativo ficará para os dias 19 e 20 deste mês de outubro. A organização é da Associação Cultural Anômade.

“O objetivo é reunir as Tribos esportistas de aventura e juntos realizarmos um Encontro saudável com nossas famílias e amigos no final de semana dos dias 19 e 20 deste mês, além de movimentar a economia de Fortaleza do Abunã, com a venda de alimentos e bebidas feita somente por quem tem endereço fixo naquela localidade”, ressalta o turismólogo Saulo Giordane, um dos coordenadores do evento representando a Superintendência Estadual de Turismo.

O evento conta com a prática de trilha a pé e de bicicleta para contemplação das belezas naturais, esportes aquáticos com prancha de standup, caiaque e bóia cross, e aéreo com uma tirolesa de 140 metros de extensão.
A comunidade está muito satisfeita com a programação, já que nunca houve um evento com esse conceito por lá. “Fortaleza do Abunã já foi muito famosa e bem frequentada em um passado próximo, quando a prefeitura municipal realizava festival de praia e torneio de vôlei anualmente, sempre no início de setembro”, lembra o seu Garcia, morador antigo e micro empresário. “Com esse evento sendo realizado no mês de outubro, vai nos trazer uma renda extra fora de época, já que a temporada se encerrou no fim do mês passado, mesmo com praia até o final deste mês, quando iniciam as chuvas e o rio sobe”, completou.

“A programação inclui ainda um Luau com banda ao vivo tocando forró pé de serra até o sol raiar e uma volta internacional de caiaque pela ilha de areia do lado boliviano de Fortaleza do Abunã”, destaca Géri Anderson, idealizador e coordenador do projeto Festival Turismo de Aventura.

A organização informa ainda que não será permitido entrar no distrito com bebidas para comercialização, só para consumo, pois a ideia principal do projeto é sensibilizar as pessoas sobre a importância de movimentar a economia local para os moradores, já que só há turistas três meses por ano e o restante a pequena vila fica praticamente estagnada, sem movimento.

São esperados para o festival cerca de mil pessoas vindas de Rondônia e do Acre. “Vai ser um evento bem família” finaliza Géri. O festival conta com o apoio da Cerveja Devassa, Network Capacitação Profissional, Ovni Comunicação Digital, Amazônia Adventure, Emdur, Vereador Aleks Palitot, deputado Ezequiel Neiva e Governo do Estado, através da Superintendência estadual de Turismo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here