Transporte rodoviário aposta em conectividade e eletricidade, na Fenatran 2019

0
120
Transporte de carga com conectividade e eletricidade
Transporte de carga com conectividade e eletricidade. Foto: Solano Ferreira

Na Fenacom 2019 as indústrias mostram as novidades do mercado de veículos pesados

Por Solano Ferreira

Durante esta semana as principais marcas de caminhões de cargas estarão mostrando as tendências e novidades do mercado, na Fenatran 2019 – 22º Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Carga, que acontece no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, de 14 a 18 de outubro, em São Paulo (SP). O segmento caminha para um sistema mecânico mais econômico, conectado e com redução de emissões de gases poluentes.

Os transportes rodoviários são responsáveis por 18% das emissões de gases de efeito estufa e os fabricantes estão preocupados com a sustentabilidade e projetam modelos que utilizam energias limpas como gás e eletricidade. O setor também busca integrar seus caminhões na tendência de disruptura industrial com maior conectividade, mais eletrificados e mais autônomos.

O que as principais marcas mostram na Fenacom

A Volkswagem mostra como novidade, a produção dos caminhões e-Delivery de 11 e 14 toneladas a partir do próximo ano. Com o e-Consórcio, a VW Caminhões e Ônibus é a primeira do mundo a prever desde a montagem até a infraestrutura de recarga e gerenciamento de ciclo de vida da bateria dos caminhões elétricos, alavancando o comprometimento de toda a cadeia de fornecedores de maneira integrada e facilitando o acesso à tecnologia elétrica em veículos comerciais.

A Scania foca em economia de combustível com registro de até 12% do consumo. As novidades da marca são dois pesados mais sustentáveis, um movido a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano e outro 100% a gás natural liquefeito (GNL) e/ou biometano.

Já a Volvo destaca a série especial do FH com um modelo comemorativo pelos 40 anos da empresa no Brasil; nova linha de caminhões com economia de até 10% de consumo de combustível; motores com mais torque e potência; e o caminhão mais rápido do mundo (Iron Knight).

A FTP Industrial apresenta um sistema que dispensa o uso de EGR (Recirculação de Gases de Escape), com maior desempenho e robustez, e combustão otimizada proporcionando redução nas emissões de até 98%, além de comprovada economia de operação. Outra novidade da indústria é o Cursor X (motor do futuro) com o conceito de fonte de energia 4.0 com construção modular pode ser abastecido por novos combustíveis, para variadas aplicações e veículo, como um motor de uso universal.

Fonte: Mundo e Meio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here