Emissões de gases de efeito estufa no Japão caem pelo quinto ano

0
110
epa02961526 Poor air conditions prevail as mid-afternoon traffic clogs the Third Ring Road in Beijing, China 11 October 2011. A World Health Organisation survey published in September indicated Beijing is suffers from some of the worst air pollution in the world whilst city authorities maintain continuing improvement in their management of the problem. EPA/ADRIAN BRADSHAW +++(c) dpa - Bildfunk+++

Segundo o Ministério do Meio Ambiente do Japão, no ano fiscal japonês que terminou em março de 2019, as emissões de gases causadores do efeito estufa do país caíram para seu ponto mais baixo desde que essas informações começaram a ser registradas em 1990.

Cifras preliminares do ministério mostram que o Japão emitiu 1.244.000 de toneladas de dióxido de carbono no ano fiscal de 2018. O volume representa uma queda de 3,6% em relação ao ano anterior. Esta foi também a quinta queda anual consecutiva.

O ministério atribui o declínio à promoção de esforços para a economia de energia e à redução da geração de energia termoelétrica. O órgão ainda apontou aumento na geração de energia de fontes renováveis e o reinício das operações em algumas usinas nucleares.

Até 2030 o governo pretende reduzir em 26% as emissões dos gases causadores do efeito estufa, em relação aos níveis registrados em 2013. Em 2018, o país conseguiu alcançar uma redução de 11,8%.

Agência Brasil

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here