Brasileiro gasta 16% do salário mínimo com maço de cigarro

0
391

Brasil está entre os 20 últimos países no ranking do Malboro mais caro

Cigarro na boca e isqueiro na mão: o vício disfarçado de hábito já está enraizado no dia a dia de muita gente. Sabendo que esse é um fator de crescimento exponencial, o Cuponation, plataforma de descontos online e integrante da alemã Global Savings Group, compilou dados sobre o consumo e o preço do cigarro pelo Brasil e pelo mundo.

Atualmente, o Brasil se posiciona em 84º lugar no ranking do maço de cigarro Malboro mais caro do mundo, em que o cidadãos pagam em média R$10 pelo pacote com vinte cigarros em comércios populares, de acordo com o levantamento feito em mais de 100 países no começo deste ano pela plataforma de dados globais Numbeo.

Conforme informações do relatório The Tobacco Atlas (já divulgadas anteriormente pelo Cuponation) o brasileiro fuma por volta de 333 cigarros por ano. Tendo em mente que um maço possui 20 unidades, esse total seria equivalente a 17 maços ou R$170 gastos anualmente com o hábito – o que significa 16,27% do salário mínimo atual de R$1.045, de acordo com o IBGE.

Dentre os demais países participantes da pesquisa da Numbeo, os lugares que ocupam o primeiro e segundo lugar da lista são a Austrália e a Nova Zelândia, em que cada população desembolsa em torno de R$96,71 e R$86,88, respectivamente, para comprar o maço em loja comercial – os valores são justificados com os altos impostos sobre o produto em questão.


Ao calcular a diferença de valores entre a primeira posição do ranking e o Brasil, o Cuponation constatou que os brasileiros pagam 867,09% a menos que os australianos pelo cigarro Malboro.

Em contrapartida, as nações que ocupam os dois últimos lugares são Nigéria e Cazaquistão, na qual é cobrado R$4.44 e R$4.87, em sequência, pelo pacote Malboro com 20 cigarros. Confira os rankings das pesquisas completas no infográfico interativo do Cuponation.

Apesar da Austrália ser o país que paga mais pelo produto, a realidade de consumo é bem diferente. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o país que mais faz o consumo do tabaco é a ilha Kiribati, em que 47,7% dos cidadãos com mais de 15 anos fazem o uso do cigarro.

No Brasil, um terceiro estudo realizado nos últimos anos pelo Ministério da Saúde com os 26 estados e o Distrito Federal registrou que Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, é a área do país com o maior índice de pessoas que fumam 20 cigarros ou mais por dia: cerca de 5,1% da população regional. A capital que apresentou o menor consumo de cigarro do estudo foi São Luís, no Maranhão, com porcentagem de apenas 0,4%.

Acesse a pesquisa completa clicando aqui:

Por Giovanna Rebelatto

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here