Projeto Quilombo leva ações de saúde a comunidades do Oeste do Pará

0
91

O programa ainda contempla ações de comunicação e orientação que visam estender o trabalho de prevenção a outras regiões

A cena se repete diariamente. O médico Joseraldo Furlan, mais conhecido como Dr. Jô, navega quilômetros de lancha pelo rio Trombetas para levar atendimento e medicamentos às comunidades mais distantes localizada no distrito de Porto Trombetas, município de Oriximiná, no Oeste do Pará.

Dr. Jô coordena há dois anos o Projeto Quilombo, iniciativa em operação há mais de 20 anos que faz parte do Programa de Educação Socioambiental (PES) da Mineração Rio do Norte (MRN), indústria de bauxita, com ações em cumprimento às condicionantes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Em meio à pandemia da Covid-19, o projeto ampliou suas ações preventivas às comunidades quilombolas e ribeirinhas com uma grande campanha que leva informações por vários canais, como WhatsApp, mídias sociais e rádio. Conteúdos com linguagem adaptada às comunidades e alinhados às recomendações do Ministério da Saúde/OMS. São mais de 4 mil pessoas de 16 comunidades quilombolas e duas comunidades ribeirinhas beneficiadas pela campanha do Projeto Quilombo.

Entre os conteúdos mais vistos, está a série de vídeos curtos “Pergunte ao Dr. Jô” (disponíveis no YouTube: https://www.youtube.com/user/assessoriadrjofurlan, Instagram: https://www.instagram.com/dr.jofurlan/ e Facebook: https://www.facebook.com/drjofurlan), em que o médico responde as dúvidas dos comunitários em entrevistas feitas por ele mesmo em suas viagens. Questões sobre transmissão da doença, o porquê de se fazer uma boa higienização das mãos e objetos de uso cotidiano, como redobrar os cuidados com os idosos e, sobretudo, a importância do confinamento social.

“Nesse momento tão delicado, é necessário fazer de tudo para se achatar a curva do pico da Covid-19 e, assim, tentar reduzir ao máximo a contaminação na região. Não estamos sendo alarmistas, mas é necessário esclarecer. Por isso, recomendamos que as pessoas fiquem em suas comunidades e não ‘desçam’ para cidades vizinhas. Também é fundamental proteger os idosos, afastando-os das pessoas com sintomas de gripe, uma vez que a vida em comunidade não permite o afastamento familiar, já que é comum que as crianças convivam com os avós”, orienta.

A campanha de engajamento contra a Covid-19 conta com o apoio das associações quilombolas e ribeirinhas, Ministério Público do Estado do Pará, Universidade Federal Fluminense de Oriximiná (UFF), Fundação Nacional do Índio (Funai) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Outras informações sobre o Projeto Quilombo:

O Projeto Quilombo atende 14 comunidades dos territórios quilombolas do Alto Trombetas 1 e 2 (sentido nascente – foz do rio Trombetas, respectivamente), fornecendo medicina preventiva e da família com atendimento médico básico, que inclui consultas médicas e de enfermagem, exames laboratoriais, fornecimento de medicamentos, palestras informativas e vacinação.
Por meio deste projeto, também são desenvolvidas iniciativas de combate à desnutrição para comunidades descendentes de quilombolas no Alto Trombetas.
O projeto tem apoio da Prefeitura Municipal de Oriximiná, por meio da Secretaria de Saúde.
Entre os resultados, em 2019: 2.095 atendimentos médicos; 8.988 atendimentos em enfermagem; 305 procedimentos médicos; 4.024 exames laboratoriais, 1.090 doses de vacinas, 115.467 medicamentos fornecidos aos pacientes sem custo.
Sobre o Dr. Jô Furlan

Médico, escritor e conferencista internacional;
Neurocientista, professor e pesquisador na área de Neurociência do Comportamento;
Autor do best seller “Inteligência Comportamental Humana – A Inteligência do Sucesso”;
Coordenador do Programa de Neurowellness (bem-estar do cérebro) da Universidade da Terceira Idade da Unicamp;
Um dos precursores da Medicina Comportamental no Brasil;
Fundador da Neurowellness – Saúde, Educação e Bem-Estar;
Precursor dos conceitos Neurowellness (bem-estar do cérebro), Emagrecimento Cerebral e Empreendedorismo Sênior;
Há mais de três anos atua na Amazônia com comunidades ribeirinhas e quilombolas, sendo parte desse tempo em expedições de saúde realizadas por barco.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here