China reafirma compromisso com o desenvolvimento verde

0
159

Beijing, 14 mai (Xinhua) — Ao inspecionar o trabalho de proteção ecológica do Rio Fenhe na terça-feira durante sua visita de inspeção a Taiyuan, Província de Shanxi, o presidente Xi Jinping expressou sua satisfação pelas tremendas mudanças feitas no ambiente ecológico ao longo do rio e enfatizou a importância do desenvolvimento verde.

Como o segundo maior afluente do Rio Amarelo, o Rio Fenhe, que se estende por 716 quilômetros, passa por seis cidades e dezenas de municípios até despejar no Rio Amarelo.

O Rio Fenhe possui nove afluentes na cidade de Taiyuan, a capital da província. No entanto, devido a razões históricas, o rio, também conhecido como “rio mãe” de Shanxi, costumava ser altamente poluído.

Não é a primeira vez que Xi, também secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China e presidente da Comissão Militar Central, expressa sua preocupação com o meio ambiente ao longo do Rio Fenhe.

Em junho de 2017, durante uma inspeção a Shanxi, ele enfatizou os esforços para aumentar a quantidade de água no Rio Fenhe, melhorar sua qualidade da água e embelezar o cenário.

Como resultado, Taiyuan lançou o projeto de tratamento abrangente para os nove rios e o concluiu em 2018. Com mais de 20 tipos de plantas para purificação ecológica, cinturões verdes emergiram nas margens dos nove rios.

Sublinhando a incorporação da proteção ambiental, revolução energética, desenvolvimento verde e transformação econômica, Xi disse na terça-feira que o tratamento do Rio Fenhe não é apenas essencial para a proteção ambiental e desenvolvimento econômico de Shanxi, mas também importante para a herança histórica e cultural da província.

SEGUINDO UM CAMINHO VERDE

Em meio ao alívio da epidemia da COVID-19 no país e os esforços da China no retorno ao trabalho e na retomada de negócios e produção, as observações de Xi reafirmaram a determinação do país de seguir um caminho de desenvolvimento verde e implementar a estratégia nacional de desenvolvimento de alta qualidade.

Foi uma escolha difícil mas firme para a China, especialmente em um momento em que a segunda maior economia do mundo está lutando para lidar com o desafio econômico sem precedentes trazido pela epidemia. Mas o país permanece firme em resistir da velha maneira de desenvolver a economia às custas do meio ambiente.

Xi sempre deu grande importância à proteção e melhoria do sistema de água do país, bem como ao equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e a proteção ecológica.

Por exemplo, em janeiro, ao visitar um pântano do lago Dianchi em Kunming, capital da Província de Yunnan, Xi deu uma ênfase semelhante na civilização ecológica e no desenvolvimento verde. Uma vez entre os lagos mais poluídos da China, o lago Dianchi viu sua ecologia melhorar muito depois de anos de esforços de conservação.

A China intensificou a implementação de medidas para melhorar a proteção ambiental e buscar um desenvolvimento de alta qualidade.

Em abril, o Ministério dos Recursos Hídricos e o Ministério das Finanças anunciaram o primeiro lote de 55 municípios-piloto para melhoria da conectividade do sistema de água e melhoria abrangente dos sistemas de água rurais, com o governo central alocando 2,5 bilhões de yuans (US$ 353 milhões) a esses municípios para combater a poluição de água nas zonas rurais.

Ao mesmo tempo, o Ministério da Ecologia e do Meio Ambiente divulgou um plano instando os governos locais a retomarem ativamente 114 grandes projetos ecológicos, que cobriam tratamento de água, restauração ecológica e construção de parques industriais e foram selecionados para aumentar o investimento, promover o crescimento econômico e atender à demanda do povo.

RESULTADOS VERDES

O caminho do desenvolvimento verde é vital para a economia do país e o bem-estar das pessoas. As províncias como Shanxi foram recompensadas pelo meio ambiente à medida que o trabalho de proteção ecológica está entrando em vigor.

Promovendo vigorosamente uma economia mais verde, Shanxi, a província rica em carvão, cortou 27,45 milhões de toneladas de capacidade de produção de carvão e registrou um crescimento do PIB superior ao nível médio do país em 2019.

No ano passado, a província plantou cerca de 347.333 hectares de árvores e o nível das águas subterrâneas continuou a subir no vale do Rio Fenhe.

Além de apoiar os grandes projetos ambientais, a China também recorreu a uma política econômica ambiental para orientar os negócios em direção ao crescimento sustentável, apresentando um plano em dezembro para estabelecer um fundo nacional de desenvolvimento verde em 2020.

As finanças verdes do país, uma ferramenta emergente de política econômica ambiental, tiveram rápida expansão nos últimos anos. Em 2019, a emissão de títulos verdes alcançou US$ 30 bilhões, ficando no segundo lugar no mundo, mostraram os dados da Bloomberg.

Por trás do firme compromisso com o desenvolvimento verde está a busca da liderança máxima do país em alcançar uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos e a previsão de manter um foco estratégico na melhora do ambiente ecológico a longo prazo.

Deve-se fazer mais para acelerar a inovação institucional e fortalecer a implementação das instituições, como parte dos esforços para ajudar a formar uma maneira ecológica de produção e vida, enfatizou Xi.

Por Xinhua

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here