IICA e CATIE ativam desenvolvimento de banco de alimentos para entregar produtos frescos a famílias vulneráveis

0
114

San José, 13 de maio de 2020 (IICA). – O Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e o CATIE (Centro Agronômico Tropical de Pesquisa e Ensino) começaram a desenvolver, em forma conjunta, um banco de alimentos para reforçar a segurança alimentar de comunidades vulneráveis na Costa Rica.

Os líderes de ambas as instituições visitaram as plantações que nutrirão o banco de alimentos, nas que se aplicaram modelos de cultivos com altos padrões de produtividade.

O projeto procura levar uma variada oferta de alimentos frescos como mandioca, banana e outros, a comunidades de residentes nos distritos costa-ricenses de Turrialba e Vázquez de Coronado, que têm tido afetadas sua situação econômica devido à pandemia de Covid-19.

“Ambas as instituições estamos levando à prática os princípios de solidariedade nos tempos excepcionais em que estamos vivendo”, assinalou Manuel Otero, Diretor Geral do IICA.

“São utilizados modelos diversificados de produção agroflorestal que garantirão a produção de alimentos de qualidade ao longo do ano. Ao mesmo tempo, essas plantações terão um papel importante na capacitação virtual de milhares de produtores no uso de inovações que melhoram a resiliência e a produção sustentável”, acrescentou Muhammad Ibrahim, diretor geral do CATIE.

A iniciativa de formar esse banco de alimentos foi originalmente proposta pelo CATIE e já avançou no desenvolvimento do modelo de produção de alimentos em parcelas agroflorestais diversificadas. O IICA tem o apoio da administração pública do município de Vázquez de Coronado nessa iniciativa.

O banco de alimentos tem o respaldo das ações da cooperação dos projetos PROCAGICA e AGRO-INNOVA, que têm como parceira à União Europeia (UE), através da qual será potencializado o projeto na fazenda experimental e comercial do IICA- CATIE.

Serão colhidos milho branco, feijão, mandioca, batata doce, abóbora, bananas e frutas com alto valor nutricional, como graviola, frutas cítricas e goiabas; além de algumas espécies menores, como aves e tilápias.

Esse modelo de produção de alimentos e diversificação produtiva também será adaptado nos países onde trabalham os projetos PROCAGICA e AGRO-INNOVA na região da América Central, através do qual as famílias de pequenos produtores terão acesso a pesquisas e inovações que lhes permitirão aliviar um pouco os problemas de segurança e nutrição alimentar.

O PROCAGICA é o Programa Centro-Americano de Gestão Integral da Ferrugem do Café, enquanto o AGRO-INNOVA é o Projeto de Sistemas agroflorestais multiestratos inovadores para o Corredor Seco Centro-americano.

Sobre o IICA
É o organismo internacional especializado em agricultura do Sistema Interamericano. Sua missão é estimular, promover e apoiar os esforços de seus 34 Estados-membros para alcançar o desenvolvimento agrícola e o bem-estar rural, por meio da cooperação técnica internacional de excelência.

Por Erick Quirós

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here