Cerca de 7 mil agricultores familiares são beneficiados na Amazônia Legal

0
101

Em oito meses de execução, o projeto de Fortalecimento da Agricultura Familiar na Amazônia Legal (Fortaf-AL) desenvolvido pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) já atingiu 47,5% das metas estabelecidas relacionadas ao atendimento e capacitação. Com isso, cerca de 7 mil produtores familiares foram contemplados com alguma das ações executadas no âmbito do programa. Os dados foram obtidos a partir de análise das informações inseridas no MGP-Mapa 3.0, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que orienta as ações do projeto.

Com duração prevista de 30 meses e finalização em 2021, o Fortaf-AL tem como objetivo impulsionar a produção da agricultura familiar e da sociobiodiversidade na região, de forma a assegurar renda e, ao mesmo tempo, auxiliar na preservação ambiental.

Dentre as atividades já desenvolvidas estão as capacitações dos potenciais beneficiários sobre os programas de apoio executados pela Companhia. Como reflexo dessas medidas, a Conab registrou o acesso de 1.560 agricultores familiares situados em regiões produtoras da Amazônia Legal no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Assim, a meta inicial de incluir 500 pequenos produtores no programa até março deste ano foi superada em mais de 300%.

O objetivo do atendimento pela Política de Garantia de Preços Mínimos para produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio) traçado pelo Fortaf-AL ficou próximo de ser alcançado, chegando a 5.229 extrativista atendidos. O quantitativo representa 74,7% da intenção definida, índice elevado ao considerar as dificuldades de logística e acesso encontradas na Amazônia Legal.

Outra iniciativa executada pela Conab que integra o projeto é o Programa de Vendas em Balcão (ProVB) que registou atendimento a cerca de 1.100 pequenos criadores que adquiriram 1.616 toneladas de milho para alimentação animal.

Os resultados das iniciativas realizadas pela Conab são inseridos no Método de Gestão de Projetos, Programas e Portfólios do Mapa (MGP-Mapa 3.0). A partir da padronização das informações, a Companhia pode visualizar os impactos de cada ação e aprimorar a gestão e o planejamento das ações de desenvolvimento do Fortaf-AL, bem como o acompanhar as operações realizadas por parte do Ministério.

MGP-Mapa 3.0 – Em vigor desde o dia 1º de abril, a Portaria Nº 101/2020 institucionaliza a Versão 3 do Método de Gestão, que opera como base de apoio à gestão de projetos no Mapa. A versão mais atualizada do software apresenta um conjunto de recursos em formatos diversos (textos, vídeos, oficinas etc.). O equipamento possibilita a estruturação de forma simples e intuitiva, o que auxilia na visualização das entregas, propicia o acompanhamento da execução do projeto e de seus desdobramentos.

Por Gerência de Imprensa

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here