Governo federal destina mais R$ 101,6 bi para auxílio emergencial

0
95
Brasília - Agências da Caixa Econômica Federal do Distrito Federal e entorno estão abertas de 9h às 15h para atendimento exclusivo sobre contas inativas do FGTS neste sábado (18) (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O governo federal vai destinar mais R$ 101,6 bilhões ao Ministério da Cidadania para pagamento das parcelas do auxílio emergencial, em razão da pandemia do novo coronavírus. A Medida Provisória publicada nessa quarta-feira (1º) detalha que os créditos são oriundos de operações de crédito, como emissão de títulos públicos.

Bolsonaro prorroga auxílio emergencial e espera reação da economia após fim da validade do benefício

76% dos recursos do Auxílio Emergencial atingiram faixa mais pobre da população

Inicialmente, seriam disponibilizadas até três parcelas de R$ 600 para pessoas em situação de vulnerabilidade. Segundo dados do Ministério da Economia, são gastos por mês cerca de R$ 51 bilhões com o pagamento do benefício. O valor anunciado para as próximas parcelas e o número delas ainda não foram definidos pelo Executivo Federal.

Até o momento, a União já disponibilizou mais de R$ 120 bilhões com o auxílio, atingindo mais de 64 milhões de brasileiros. No entanto, o Tribunal de Contas da União (TCU) já identificou vários casos de pagamentos indevidos.

Segundo o governo, o auxílio emergencial consiste até agora na principal ação para frear os efeitos econômicos negativos da covid-19.

Por Brasil 61

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here