Maior programa socioambiental da América Latina, Tampinha Legal destaca a importância de separar tampinhas plásticas por cores

0
59

Fazer a separação por cores na hora da doação agiliza o trabalho dos voluntários e aumenta o valor agregado do material.

As entidades assistenciais cadastradas no programa recebem na íntegra todos recursos financeiros obtidos com a venda das tampinhas plástica para a indústria. Por isso, as doações serão ainda mais essenciais para a retomada das atividades dessas entidades assistenciais, de acordo com a coordenadora do Instituto SustenPlást, Simara Souza.

“Agora, mais do que nunca, é necessária a mobilização de todos. E se puder, entregue-as separadas por cores. Isto agilizará o trabalho voluntário que, por conta da proibição de aglomerações, impede a organização dos mutirões para separação de tampinhas. Então, separe um cantinho em sua casa ou faça um coletor caseiro a partir de garrafas de 5L de água para seu condomínio e siga juntando as tampinhas plásticas”, afirma.

Separar as tampinhas plásticas por cores é fundamental, pois aumenta o valor agregado do material na hora da venda, gerando mais recursos financeiros para as entidades assistenciais beneficiadas pelo programa.

Simara também explica que “o Tampinha Legal proporciona sustentabilidade econômica, social e ambiental através da simples atitude de coletar tampas plásticas, caracterizando o processo de Economia Circular”.

Veja como as tampinhas devem ser separadas:

● Verde: qualquer tonalidade (independente da intensidade de cor: escura ou clara)
● Azul: qualquer tonalidade (independente da intensidade da cor: escura ou clara)
● Amarelo: qualquer tonalidade (independente da intensidade da cor: escura ou clara)
● Laranja: qualquer tonalidade (independente da intensidade da cor: escura ou clara)
● Vermelho: qualquer tonalidade (independente da intensidade da cor: escura ou clara)
● Rosa: qualquer tonalidade (independente da intensidade da cor: escura ou clara)
● Roxo: qualquer tonalidade (independente da intensidade da cor: escura ou clara)
● Branca
● Cristal (transparente)
● Pretas, marrom, cinza, dourada, prateada: apenas estas cores são entregues juntas, portanto não precisam ser separadas

O Tampinha Legal

O Tampinha Legal é uma iniciativa do Instituto SustenPlást, buscando a melhor valorização de mercado para o material plástico. Recentemente, lançou as ações Copinho Legal e Canudinho Legal que, seguindo o modelo do Tampinha Legal, destinam 100% dos recursos obtidos com a venda destes materiais para as entidades assistenciais participantes do programa. Em Porto Alegre, o Tampinha Legal conta com o apoio estratégico da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais da FIERGS.

Já são mais de R$ 855 mil destinados para as 263 entidades assistenciais participantes do programa e cerca de 458 toneladas de tampinhas plásticas que retornaram para a indústria, caracterizando o modelo de Economia Circular. O Tampinha Legal atua em Alagoas, Pernambuco, Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal. Além do site – tampinhalegal.com.br, também é possível acompanhar o trabalho do programa por redes sociais, como YouTube e Facebook, e pelo aplicativo Tampinha Legal, onde é possível acompanhar onde estão os pontos de coleta mais próximos e as quantidades coletadas, além do valor que será distribuído às entidades assistenciais. O aplicativo também serve como uma base de dados bastante precisa, pois nele é possível ver, com divisão por estados, os volumes de coletas de tampinhas.

Por Camejo Estratégias em Comunicação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here