Como funciona a segurança em uma cidade inteligente

0
186

A insegurança é um dos principais desafios enfrentados por diversas cidades no mundo todo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil está em 9° posição no ranking mundial da violência de 2018. Em meio a este grande desafio, surge uma tendência de cidade com ideias inovadoras para combater a insegurança: a smart city ou cidade inteligente.

“Já pensou morar em uma cidade que seja sinônimo de segurança sem se preocupar com o uso de cercas elétricas, muros e portões? Quando se fala em cidades inteligentes, todos pensam em tecnologia, mas é a segurança que vem antes de tudo. A segurança de uma cidade inteligente se faz com tecnologia, integração da vizinhança, inclusão social, soluções urbanísticas, espaços compartilhados e ocupação das áreas públicas, gerando pertencimento ao lugar”, explica Susanna Marchionni, CEO no Brasil da Planet Smart City, empresa líder global em cidades inteligentes a preços acessíveis.

As cidades inteligentes são mais seguras porque adotam diversas soluções inovadoras, que proporcionam ambientes mais harmoniosos. No Brasil, um grande exemplo é a Smart City Laguna, que está localizada na região metropolitana de Fortaleza, no Ceará, e é a primeira cidade inteligente inclusiva do mundo. Planejada para 25 mil pessoas, em uma área de 330 hectares, a cidade implantou diversas soluções inteligentes na área de segurança, como:

Educação e inclusão social

Por meio do Instituto Planet, que já beneficiou mais de 10 mil pessoas, são promovidos cursos gratuitos para os moradores da Smart City Laguna e à população do entorno. Os cursos são permanentes, como de inglês, informática e empreendedorismo, além de oficinas de artesanato, ilustração digital entre outros. As pessoas da região também têm acesso gratuito ao cinema, biblioteca, academia ao ar livre, playground, Hub de Inovação, coworking e outros espaços. Além de promover inclusão social, tudo isso gera senso de pertencimento.

Planejamento urbano

A cidade implantou o Mix Funcional, um ambiente urbano equilibrado, distribuindo de forma harmoniosa áreas residenciais, comerciais e de serviços. Isso permite que haja presença constante de pessoas em diversos horários, tornando o ambiente mais seguro. E ainda garante que a população tenha facilidade para encontrar bens e serviços perto de casa.

Sistema de videomonitoramento

A presença de câmeras 24 horas em pontos estratégicos visa desestimular ações que ameacem a segurança do cidadão e a integridade dos bens comuns. Os moradores podem acompanhar tudo ao vivo, por meio do aplicativo gratuito da cidade, o Planet App.

Segurança participativa

Por meio de grupos também no Planet App, os moradores estão sempre em contato, monitorando a entrada de pessoas e carros suspeitos. Isso facilita a comunicação entre eles e gera um círculo virtuoso da segurança participativa.

Botão SOS no Planet App

Em caso de emergência, o usuário pode pressionar o botão SOS no Planet App, que envia um alerta com a sua geolocalização para cinco contatos cadastrados.

Rua sem saída

Todas as ruas residenciais são sem saídas, mas no final de cada uma delas foram construídos “balões de retorno”. Essa solução inteligente reduz o tráfego próximo às residências, evita o fluxo de desconhecidos e aumenta a segurança naturalmente.

Vias planejadas

A cidade é planejada para reduzir o trânsito. A avenida central, por exemplo, tem 60 metros de largura, e as ruas secundárias favorecem o fluxo entre os bairros. Já as ruas terciárias, que ficam dentro dos bairros, estimulam baixas velocidades – proporcionando maior segurança.

Cidades mais seguras

“Projetamos e construímos cidades inteligentes para que as pessoas possam passear livremente com sua família pelas ruas e para que seus filhos possam brincar em segurança, independente do horário. Integramos moradores e visitantes às nossas áreas compartilhadas e trabalhamos para criar constantemente senso de pertencimento, engajamento na vida da cidade e ocupação das nossas ruas e espaços de lazer”, destaca Susanna Marchionni.

Todas as soluções inteligentes adotadas na Smart City Laguna foram selecionadas pelo Centro de Competência da Planet Smart City, na Europa, que pesquisa e analisa ideias inovadoras no mundo todo para promover segurança e qualidade de vida para os moradores de seus projetos.

Sobre a Planet Smart City

A empresa proptech Planet Smart City projeta e constrói cidades e bairros inteligentes inclusivos, que fornecem mais do que apenas residências. Com presença global no mercado imobiliário a preços acessíveis, tanto em mercados emergentes quanto nos desenvolvidos, a Planet melhora a qualidade de vida de seus moradores, aplicando sua experiência em integração de soluções inteligentes, tecnologias digitais, serviços e inovação social. Seus bairros inteligentes, sustentáveis e socialmente inclusivos são apoiados pelos serviços do Planet App, uma plataforma digital própria que permite que os moradores interajam entre si e com o bairro ao seu redor.

O grupo foi fundado em 2015 pelos especialistas imobiliários italianos Giovanni Savio e Susanna Marchionni e é presidido pelo físico e empresário Stefano Buono.

A Planet Smart City ajuda a resolver a crise global de moradias em países com grandes déficits habitacionais e também trabalha em parceria com desenvolvedores em todo o mundo, para revitalizar distritos já existentes. A empresa é focada na geração de impacto social positivo e criou um formato inovador para projetos inteligentes que pode ser replicado em todo o mundo.

A proposta única da Planet se tornou realidade no Brasil, onde está construindo quatro projetos inteligentes – Smart City Laguna, Smart City Natal, Smart City Aquiraz e Viva!Smart. A empresa também lançou seu primeiro projeto imobiliário na Índia e possui um portfólio ativo na Itália, onde trabalha em parceria com os principais desenvolvedores imobiliários.

Sediada em Londres, a Planet captou 100 milhões de euros desde a sua fundação e está executando um ambicioso plano de expansão, que inclui o lançamento de 30 projetos até 2023, com um marco de oito projetos residenciais de grande escala lançados em 2020.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here