Exercícios físicos na infância reduzem índices de obesidade

0
101

Levantamento realizado pelo IBGE evidenciou que uma em cada três crianças brasileiras, com idade entre 5 e 9 anos, está acima do peso. A obesidade infantil em todo o mundo já se tornou um problema de saúde pública, visto que seus efeitos comprometem o futuro das crianças.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que em 2025 existirão 75 milhões de crianças obesas. Para mudar o curso dessa condição, a reeducação alimentar alinhada a prática de exercícios físicos é a saída indicada por profissionais de saúde.

Marcos Rodolfo Ramos Paunksnis, CEO da Sprylife, complementa a previsão informando que filhos de pais obesos têm maior probabilidade de se tornarem também obesos. O CEO ainda esclarece que os exercícios físicos são favoráveis à saúde não só por questões estéticas, mas a melhora da qualidade de vida. Os exercícios atuam tanto nos aspectos físicos quanto mentais.

Em situações comuns, quando não existia o isolamento social, a taxa de obesidade já aumentava de forma acelerada entre as crianças, com as consequências da pandemia, os índices tendem a crescer. Porém, é possível fazer as crianças se exercitarem sem risco de se exporem ao vírus e sem perigo de se lesionarem, desde que treinem com personal trainer devidamente habilitado. A plataforma Sprylife contém uma base de profissionais capacitados em vários estados, além de encurtar a busca do aluno pelo personal trainer.

O responsável pela criança pode se cadastrar na ferramenta e buscar o profissional de acordo com sua preferência, fazer contato e combinarem quais serão os treinamentos, datas, valores etc.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here