Clima e sustentabilidade ainda são principais preocupações em meio à pandemia, diz pesquisa

0
86

Pesquisa da Getty Images revela que 81% das pessoas em todo o mundo esperam que as empresas sejam ambientalmente conscientes em todas as suas propagandas e comunicações

BRASIL – 7 de outubro, 2020: A Getty Images, líder mundial em comunicação visual e pioneira no campo da metodologia visual, revelou hoje uma nova pesquisa que mostra que o clima e a sustentabilidade de forma mais ampla ainda são questões fundamentais para as pessoas, mesmo em meio à pandemia de COVID-19. Os resultados foram revelados em uma segunda onda de pesquisas para a plataforma de insights criativos Visual GPS da Getty Images, concluída em conjunto com a empresa de pesquisa de mercado global YouGov.

Dados atualizados do Visual GPS mostram que, apesar da pandemia do COVID-19, as pessoas ainda reafirmam forte preocupação com o clima e a sustentabilidade, com quase todos os pontos de sustentabilidade semelhantes, senão superiores aos dados da pesquisa realizada antes do COVID-19. Como um apanhado das questões às quais as pessoas responderam sobre o tema da sustentabilidade:

  • 91% dos entrevistados hoje disseram acreditar que a forma como tratamos nosso planeta agora terá um grande impacto no futuro, em comparação com 92% dos entrevistados em julho de 2019

  • 69% dos entrevistados hoje disseram que fazem tudo o que podem para reduzir sua pegada de carbono, um aumento em relação aos 63% dos entrevistados em julho de 2019

  • 85% dos entrevistados hoje estão preocupados com a poluição do ar, em comparação com 84% dos entrevistados em julho de 2019

“É surpreendente e encorajador que, apesar da enorme mudança no estilo de vida das pessoas e no comportamento do consumidor trazida pelo COVID-19, o meio ambiente e a sustentabilidade continuam tão importantes para as pessoas como sempre foram”, disse a Dra. Rebecca Swift, diretora global de insights criativos da Getty Images. “Na verdade, nossos dados de pesquisa de clientes mostram que ‘sustentabilidade’ e ‘vida sustentável’ estão em alta, totalmente contra as expectativas. Como comparação, enquanto o interesse pelo meio ambiente diminuiu após a crise financeira de 2008, o meio ambiente tornou-se inextricavelmente ligado ao bem-estar durante a crise do COVID-19”.

“Os dados do Visual GPS também nos dizem pela primeira vez que as pessoas querem ver a sustentabilidade normalizada em publicidade e outras comunicações visuais, é um claro apelo à ação”, continua Swift.

O poder da linguagem visual para formar opinião e informar o debate

A pesquisa atualizada do Visual GPS também mostra que as pessoas acreditam que as melhores formas de causar um impacto positivo no planeta são reciclar (70%), interromper o uso de plásticos descartáveis (60%), usar produtos ecológicos (58%) e usar fontes de energia renováveis para energia doméstica (58%).

“O que é interessante sobre essas descobertas é que a reciclagem, os parques eólicos e os plásticos descartáveis são todos sinais visuais populares que já há algum tempo são usados para ilustrar a sustentabilidade”, explica a Dra. Swift. “Por exemplo, as pesquisas dos clientes em nossa plataforma por ‘garrafa de água reutilizável’ e ‘reciclagem’ aumentaram 152% e 148%, respectivamente, no último ano. Isso demonstra o quão poderosa a linguagem visual pode ser para moldar a visão das pessoas sobre um problema, o que torna mais importante para as marcas e empresas usarem conteúdo visual que mostre ao consumidor como eles podem agir”.

Fundamentado em 25 anos de pesquisas da Getty Images em representação visual, o Visual GPS explora como os consumidores são influenciados por quatro “forças” principais – tecnologia, sustentabilidade, autenticidade e bem-estar – e o que isso significa em termos de tomada de decisão. Os novos insights resultam da segunda pesquisa global que a Getty Images realizou em parceria com a YouGov, para a qual mais de 5.000 consumidores foram pesquisados em 26 países e em 13 idiomas, de abril a maio de 2020.

Getty Images forma parceria com a Climate Visuals para apresentar as Diretrizes para Visualização da Sustentabilidade

Em resposta à pesquisa do Visual GPS, a Getty Images fez parceria com o Climate Visuals, o único programa mundial com base em evidências para fotografia de mudanças climáticas, para apresentar as Diretrizes para Visualização da Sustentabilidade. As diretrizes fornecem recomendações práticas às marcas e empresas sobre como encontrar e usar conteúdo visual novo e relevante para comunicar seu compromisso com a sustentabilidade e inspirar seu público a agir.

As Diretrizes para Visualização da Sustentabilidade estão abaixo e têm link para curadoria de conteúdo com exemplos da Getty Images que você pode usar para visualizar essas diretrizes:

  1. Sustentabilidade deve ser um objetivo intersetorial

As empresas têm especialistas em sustentabilidade e/ou especialistas em Diversidade e Inclusão, mas o conteúdo visual relacionado ao ambientalismo e à sustentabilidade não deve ser separado do conteúdo visual que é inclusivo e diverso. As estratégias representacionais devem se estender à sustentabilidade.

A mudança climática afeta a todos em todo o mundo, portanto, inclua intencionalmente a representação de toda a etnia, classe, idade, orientação sexual, identificação de gênero, religião e cultura. Capacite e dê destaque a todas as vozes sub-representadas. Quebre estereótipos de todo tipo.

  1. Visualize novos conceitos sustentáveis

Imagens já familiares de icebergs derretidos e chaminés industriais podem ser símbolos populares para significar mudanças climáticas, mas perdem valor com a exposição repetida. Além do simbolismo clássico, tente expandir seu escopo com criativos que ilustrem novos conceitos sustentáveis como “economia circular”, “reutilizável” ou “eficiência energética”.

  1. Conecte-se às aspirações sobre o futuro

As marcas, ansiosas por superar a sensação de impotência que muitos consumidores sentem, devem focar no conteúdo visual que ajuda a visualizar as ações concretas, passos positivos, resultados e soluções reais que abrirão o caminho para um futuro melhor e mais sustentável.

O conteúdo deve refletir histórias autênticas, incluindo os aspectos positivos e negativos dos resultados e atividades de indivíduos, comunidades e empresas que estão inovando e colaborando para alcançar a sustentabilidade. Desde aqueles que estão fazendo pequenas mudanças no estilo de vida, até as indústrias que estão conduzindo iniciativas sustentáveis inovadoras e novas tecnologias.

  1. Traga de volta para o indivíduo

O conteúdo criativo deve mostrar indivíduos autênticos com impacto real em nível local. Os criativos destacando o melhor de indivíduos e grupos em relação a questões de sustentabilidade personalizam as histórias para o seu público-alvo. Pense em cada aspecto do visual – seja uma imagem, vídeo ou ilustração – canudos de plástico, xícaras de café descartáveis e sacolas plásticas são elementares, mas minam a mensagem sustentável.

“Ícones familiares para sustentabilidade e mudança climática têm desempenhado um papel importante, dando às pessoas uma abreviatura para uma questão de sustentabilidade”, diz Toby Smith, líder sênior do programa: Visuals & Media at Climate Visuals. “Mas para inspirar uma mudança realmente positiva, devemos ir além dos ursos polares no derretimento das calotas polares. Em parceria com a Getty Images nessas novas diretrizes, pretendemos agora ajudar marcas e empresas a adotar uma abordagem baseada em evidências e focada em soluções para a crise climática, visualizando as ações, objetos e ideias que estão abrindo caminho para um futuro mais verde .

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here