Votação para indicar Produtor de Água no Pipiripau como vencedor de prêmio internacional vai até 25 de janeiro

0
87

Realizado por várias instituições para estimular conservação de água e solo na bacia do ribeirão Pipiripau (DF), projeto é um dos 12 finalistas da premiação Water ChangeMaker Awards. Parte da escolha do vencedor levará em conta a votação popular

­

Até 25 de janeiro, a Parceria Global pela Água (GWP na sigla em inglês) fará uma votação popular para os 12 trabalhos finalistas da premiação Water ChangeMaker Awards, que reconhece iniciativas de todo o mundo que promovem mudanças socioambientais por meio das águas. O trabalho que representa o Brasil na disputa é o Projeto Produtor de Água no Pipiripau, que estimula a conservação de água e solo na bacia do ribeirão Pipiripau (DF). Você pode ajudar a iniciativa a ganhar a premiação votando pelo site www.gwp.org/en/waterchangemakers/vote, clicando no ícone com coração abaixo do texto sobre o Projeto. A votação popular será parte do processo de escolha do vencedor da premiação.

O trabalho ganhador será anunciado em 25 de janeiro durante a Cúpula de Adaptação Climática 2021, que acontecerá na modalidade on-line. Inscrito na premiação pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA); o Produtor de Água no Pipiripau concorrerá com ações realizadas nos seguintes países: Bangladesh, Bolívia (2), Butão, Canadá, Egito, Equador, Filipinas, Honduras, México e Quênia.

Vigente até 2023, o Produtor de Água no Pipiripau tem o objetivo de promover a recuperação hidroambiental da bacia hidrográfica do ribeirão Pipiripau de modo a ampliar a oferta de água que abastece cerca de 180 mil habitantes do Distrito Federal, além de melhorar a qualidade do recurso. A iniciativa conta com a atuação da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e uma série de instituições parceiras listadas em: www.produtordeaguapipiripau.df.gov.br.

Devido à sua baixa disponibilidade hídrica – principalmente nos períodos mais secos do ano –, a bacia do ribeirão Pipiripau tem um histórico de conflito pelo uso da água, que vem sendo amenizado desde o início do Projeto em 2012.

Na bacia, que ocupa uma área de 23.527 hectares (90,3% no DF e o restante em Goiás), o uso preponderante da água é para irrigação, principalmente de hortaliças. Isso acontece especialmente por conta do canal de irrigação Santos Dumont, que utiliza água do ribeirão e teve sua revitalização entregue recentemente em 2 de outubro. Outros usos expressivos são a dessedentação de animais e a aquicultura.

O Programa Produtor de Água

Criado em 2001, o foco do Programa Produtor de Água é o estímulo à política de pagamento por serviços ambientais (PSA), que recompensa os produtores rurais por ações de conservação de água e solo. Com o objetivo de proteger os recursos hídricos no Brasil, a ANA apoia projetos que visam à redução da erosão e do assoreamento de mananciais no meio rural, melhorando a qualidade e a oferta de água – inclusive aquela que chega às cidades para seu abastecimento.

A ANA apoia projetos do Produtor de Água por todo o Brasil, beneficiando habitantes das regiões metropolitanas de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Palmas (TO), Rio Branco (AC), Campo Grande (MS), Goiânia (GO) e Brasília (DF). Cerca de 1.200 produtores rurais já aderiram à iniciativa e esses projetos abrangem uma área de aproximadamente 400 mil hectares, dos quais 40 mil já foram recuperados pelo Produtor de Água.